quarta-feira, 6 de maio de 2009

Gosto de brincar de colagens. Fico feliz que nem criança. Monto e desmonto papéis coloridos, fiapos de recortes que caem pelo chão, catados, achados que são preciosidades. As formas vão se montando como se tivessem vida própria, parecem se movimentar, se agrupar sozinhas...
O tempo passa e eu não sinto. Viajo feliz pelo mundo dos acasos onde tudo pode, tudo é belo e colorido. Com o estilete em punho desafio e desfio os sonhos da inocência que já não tenho...
Tela em exposição no EBEC - Galeria de Arte
Foto I.Moniz Pacheco

3 comentários:

maria guimarães sampaio disse...

Ê minha cumade, já estou ficando chata a repetir de como gosto de seus textos.
------
Dia 11 temos o centenário do véio Lau!

imonizpacheco disse...

Maria,
Como não ficar feliz com elogios de uma escritora? Além do mais voce é presença constante, adoro.
Bj,ôto,tchau,

Edu O. disse...

Tia, eu também adoro colagem. Foram os poucos trabalhos que gostava do resultado quando eu fazia "arte".